domingo, 13 de fevereiro de 2011

Os Homens Que Não Amavam as Mulheres


Eu Indico: Os Homens Que Não Amavam as Mulheres
Autor(a): Stieg Larsson
Editora: Caminho das Letras

Sinopse: Primeiro volume de trilogia cult de mistério que se tornou fenômeno mundial de vendas, Os homens que não amavam as mulheres traz uma dupla irresistível de protagonistas-detetives: o jornalista Mikael Blomkvist e a genial e perturbada hacker Lisbeth Salander. Juntos eles desvelam uma trama verdadeiramente escabrosa envolvendo a elite sueca.

Os homens que não amavam as mulheres é um enigma a portas fechadas - passa-se na circunvizinhança de uma ilha. Em 1966, Harriet Vanger, jovem herdeira de um império industrial, some sem deixar vestígios. No dia de seu desaparecimento, fechara-se o acesso à ilha onde ela e diversos membros de sua extensa família se encontravam. Desde então, a cada ano, Henrik Vanger, o veelho patriarca do clã, recebe uma flor emoldurada - o mesmo presente que Harriet lhe dava, até desaparecer. Ou ser morta. Pois Henrik está convencido de que ela foi assassinada. E que um Vanger a matou.

Quase quarenta anos depois o industrial contrata o jornalista Mikael Blomkvist para conduzir uma investigação particular. Mikael, que acabara de ser condenado por difamação contra o financista Wennerström, preocupa-se com a crise de credibilidade que atinge sua revista, a Millennium. Henrik lhe oferece proteção para a Millennium e provas contra Wennerström, se o jornalista consentir em investigar o assassinato de Harriet. Mikael descobre que suas inquirições não são bem-vindas pela família Vanger. E que muitos querem vê-lo pelas costas. De preferência, morto. Com o auxílio de Lisbeth Salander, que conta com uma mente infatigável para a busca de dados - de preferência, os mais sórdidos -, ele logo percebe que a trilha de segredos e perversidades do clã industrial recua até muito antes do desaparecimento ou morte de Harriet. E segue até muito depois.... até um momento presente, desconfortavelmente presente.


Alguns pensamentos:
Faz um bom tempo que li esse livro e provavelmente vou lê-lo novamente quando for ler as continuações.
É um livro maravilhoso, é uma estória eletrizante, para quem é fã de estórias policiais, mistérios, investigações é um prato cheio. É a estória de um jornalista em crise na carreira que é contratado p/ desvendar um desaparecimento a mais de 30 anos, com a ajuda de uma hacker excêntrica, ele descobre que a muito mais coisas por de trás desse desaparecimento. Há uma serie de crimes sexuais contra mulheres por de trás dessa estória e a família que o contratou, nem imagina o que acontece nos porões da família.
O livro prende sua atenção do começo ao fim, tentando descobrir o verdadeiro vilão, uma narrativa cheia de mistérios e enigmas, muita ação e romance (lógico), você se apaixona pelos personagens principais.
Mas é um livro com relados de abuso sexuais muito fortes, chegando a ser nojento e humilhante, então pra quem é mais sensível não é uma boa opção, e não dá pra pular as partes “ruins” pois elas estão integradas no contexto das estórias, principalmente na estória dos personagens principais.
Stieg Larsson é um escritor fantástico, uma pena que ele não esteja mais entre nós para nos agraciarmos com mais obras como essa trilogia.

Ps. Há filmes de todos os livros da trilogia, são filmes bem fieis aos livros é uma boa pedida.

Continuação???
A Menina Que Brincava  Com Fogo

3 comentários:

  1. oiiiiiiiii

    to te seguindo prazer em conhecer e, lindo seu blog (invejinha boa. existe?) hehe

    bjs

    ah nao compraria pela capa e nem pelo nome, mas cv diz que é bom acredito.

    ResponderExcluir
  2. Olá Sam, obrigada por passar lá no blog. Vim aqui te visitar e gostei muito das suas resenhas. Desejo muito sucesso e que seu blog cresça bastante. Se precisar de ajuda, pode me chamar.

    Beijo

    Eliane (LEituras de Eliane)

    ResponderExcluir
  3. Parece ser um livro muito pesado. Não tenho vontade de ler.
    desaliene.blogspot.com
    Bjs

    ResponderExcluir